quinta-feira, 24 de maio de 2012

PSB e PT encaminham uma possível chapa própria

Reunidos agora há pouco (24/05), as Direções Executivas do Partido dos Trabalhadores (PT) e do Partido Socialista Brasileiro (PSB) encaminharam uma possível chapa própria entre os dois partidos e com aliados suprapartidários e de movimentos sociais que desejam a renovação da política em Tapes, nos moldes de um governo democrático e popular.


Entre as ideias que pautaram o encontro e a possível aliança está a constatação de que os partidos que passaram pela prefeitura nos últimos anos esgotaram sua possiblidades de inovar pela total falta de um projeto que promova o desenvolvimento humano da cidade e possibilite que a qualidade de vida dos tapenses melhore acompanhando o crescimento econômico do País.

Esta chapa PSB-PT terá o apoio da Presidente Dilma (PT), do Governador Tarso Genro (PT) e do Vice-Governador Beto Grill (PSB), com visibilidade suficiente para buscar a adesão da população descontente com atuais rumos do município. Os nomes dos pré-candidatos(as) a Prefeito(a) e Vice-Prefeito(a) serão definidos em breve, após as discussões internas nos dois partidos.


quarta-feira, 23 de maio de 2012

PSB e PT farão reunião conjunta para avaliar o cenário político de Tapes

Nesta quinta-feira (24/05), as Direções Partidárias do PSB e PT farão reunião conjunta para avaliar o cenário político de Tapes e a evolução das discussões que objetivam a formação das coligações eleitorais.

A avaliação do PSB é de que o quadro político se complicou depois do rompimento das tratativas entre o PP e o PMDB, nas quais também participavam o PSB e o PT. Contudo, nenhuma definição será tomada pelos socialistas sem que haja uma pré-discussão com o Partido dos Trabalhadores, já que almeja-se que as duas siglas permaneçam unidas neste pleito e possam manter uma forte articulação de defesa dos Governos Tarso e Dilma em 2014. Além do que a afinidade de ideias entre estes partidos sempre existiu quando foram pautadas ações para melhorar a cidade de Tapes.

A reunião será às 19:15hs, na sede do PT.


quarta-feira, 16 de maio de 2012

PSB de Tapes vai avaliar o quadro eleitoral de 2012

Com a recente decisão dos partidos PP e PMDB de lançarem candidatos próprios nas eleições tapenses de 2012, sendo que o PMDB escolheu o nome do atual Vice-Prefeito Patrício Farias para concorrer e o PP deve apresentar o Vereador Fabiano Dummer, o PSB terá que analisar o quadro eleitoral e decidir qual sua posição diante das diversas frentes que devem ser apresentadas. As decisões de PMDB e de PP de manterem a candidatura própria inviabilizaram a ideia de coalizão com a qual os socialistas vinham trabalhando desde o início do ano, a fim de unir os partidos oposicionistas em torno de um projeto de renovação política para a cidade.

Nesta quinta-feira, o PSB reúne-se para fazer sua avaliação deste novo quadro eleitoral e projetar suas próximas ações políticas. Embora prevaleça a opinião de que os governistas saem fortalecidos com o lançamento de mais do que um candidato de oposição, não está descartada a possibilidade de lançamento de um(a) candidato(a) socialista, situação em que o PSB poderia defender todas as suas orientações programáticas.

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Encontro Regional do PSB - Eleições 2012

A Direção Estadual do PSB está organizando uma série de encontros regionais para discutir as eleições 2012.

A região Porto Alegre realiza seu encontro no dia 5 de maio de 2012, a partir das 9 horas, no Hotel Everest.


Chama a atenção no convite para o evento o destaque dado aos objetivos referentes ao desempenho eleitoral do PSB definidos pelo Congresso Nacional do Partido:

- priorizar o lançamento do maior número possível de candidaturas próprias nas disputas pelas administrações municipais, sem prejuízo de nossos compromissos históricos com o avanço eleitoral das esquerdas brasileiras, tendo como meta duplicar o número atual de nossos prefeitos;

- duplicar o atual número de vereadores, considerando como prioridade a organização de nominatas que contemplem quadros que reúnam compromisso partidário, habilitação para o exercício parlamentar e formação ética, sempre levando em conta que 'pior que não eleger é eleger mal'.